Terapia Tântrica: Atinja sua plenitude através da plena expansão sensorial

Share Button

Terapia Tântrica: o quanto você conhece da possibilidade que seu corpo tem de sentir prazer e o quanto você se permite sentir prazer?

Há registros de que o orgasmo vem sendo estudado desde antes de Cristo. Na idade média, grandes nomes da Medicina, como Hipócrates e Galeno, também fizeram suas considerações sobre o tema.

Desde então o mundo já passou por inúmeras mudanças políticas, econômicas, científicas, filosóficas e religiosas. No entanto, o orgasmo, até hoje, ainda é um tabu. Pesquisas mostram, inclusive, que muitas mulheres nunca tiveram um; e o pior: acham que essa situação é normal. Isso se deve, principalmente, ao fato de que o ato sexual é visto como um ato estritamente mecânico. Segundo Carmita Abdo, Coordenadora de estudos de sexualidade da USP, praticamente 80% dos homens e mulheres brasileiros levam entre 15 e 30 minutos para completar o ato sexual, incluindo as preliminares.

É aqui que entra a terapia tântrica (ou que deveria entrar!). Para se ter uma ideia, para esta terapia, nesse tempo não é possível nem provocar todos os estímulos necessários para “ligar” o corpo.

Somos seres vibrantes, mas durante nossa vida, por diversos motivos, é como se fossemos “desligando” as chaves que ligam essas vibrações no nosso corpo. O papel da terapia tântrica é “religar” essas “chaves” e devolver a bioeletricidade inerente ao corpo.

Ao contrário do que muitos pensam aqui no ocidente, a terapia, que envolve a massagem tântrica, não tem nada a ver com sexo ou pornografia. Ela é uma técnica de estímulos corporais, que visa à expansão da energia orgástica. O objetivo não é nem chegar ao clímax que conhecemos por orgasmo, e sim, provocar estímulos inéditos no corpo, para quebrar bloqueios referentes à sexualidade da pessoa e, consequentemente, expandir sua sensibilidade. Apesar da presença de um Terapeuta, é um processo interno, que continua ocorrendo mesmo depois do paciente sair da sessão.

A maioria das pessoas conhece apenas o orgasmo genital, que é aquele que dura poucos segundos. Mas é importante saber que o orgasmo pode ser muito mais amplo do que os poucos segundos que a maioria de nós conhece. Vamos falar aqui de orgasmos de corpo inteiro, que podem durar de alguns minutos a horas. Isso mesmo: eu disse hoooraaas!

Depois dessa, claro que fiquei curiosíssima para saber do que se tratava e aceitei o convite para conferir de perto!

Para tirar todas as dúvidas (ou para aumentar ainda mais sua curiosidade) conversei com o Terapeuta Tântrico da Casa de Lakshmi, João Carlos Melo (Prem Gyandharma).
Confira a seguir tudo que ele contou pra gente, sobre o Tantra e o método!

O que é a terapia tântrica?
Melhor será antes explicar (ou tentar explicar!) o que é o Tantra.

Não é fácil explicá-lo, assim como não o é falar de Reiki; e escolhi a ambos como caminhos na minha vida. Mas não é fácil, justamente, porque é simples, e ao longo da história os seres humanos sempre complicaram o simples, tornaram complexo o que é natural, preconceituaram o espontâneo e condenaram o puro.

Vou contar uma passagem da vida de Freud e uma parábola sobre a Criação, que podem ajudar a introduzir o tema.

Contam que Freud e sua esposa estavam passeando num parque, quando perceberam que sua filha menor tinha desaparecido. A mãe desesperada já estava disposta a percorrer cada canto do parque para encontrá-la. E, então, Freud lhe perguntou: Você a proibiu de ir a algum lugar específico? Sim, disse a mãe. Eu disse que não se aproximasse da fonte. Então, ponderou Freud, se eu estiver certo é lá que ela vai estar. E ela estava!!!

Deus indicou a Adão e Eva o caminho do Paraíso. Mostrou-lhes a árvore sagrada e disse a Adão: “Nunca  toque o fruto desta árvore!” Adão, talvez por ter sido o primeiro homem, a primeira criança a existir, era obediente. E não o tocou nem comeu! É claro que Ele previu tudo isto, afinal é dele o roteiro! Então, Deus transformou-se na serpente e foi tentar Eva. E deu certo!

O proibido é atrativo. Deus e demônio, serpente e salvador, são um só. Semente e árvore também, assim como o inferior e o superior. Um está contido no outro. O inferior torna-se superior, a lama torna-se lótus!

Assim o sexo é o caminho para a supraconsciência, pois ambos também são um só. O que os distingue e os separa é a consciência limitada do ser humano e as neuroses que a alimentam.

Quando falamos sobre Tantra, em sua origem, falamos sobre sexualidade sagrada, falamos sobre um caminho para o despertar da consciência suprema; falamos do Divino disfarçado de serpente e adormecido na base de sua coluna vertebral: a energia Kundalini.

Você acha que aqui no ocidente ainda existe um tabu em relação ao tantra?
Ah… Imagina! (Risos). O que disse anteriormente já responde. Na cabeça de muitas pessoas Tantra é sexo, Tantra é sacanagem! Porque Tantra, uma vez mais recorrendo à minha exposição inicial, habita o reino do “proibido”. Esta separação se deu porque foi uma maneira bastante eficaz de rebaixar o ser humano a uma condição de miserabilidade. Se semente e árvore são um só, sexualidade e espiritualidade também são um só! Mas, assim, ser humano seria ser divino – e o divino não é manipulável! Como se pode exercer poder sobre alguém não manipulável? O medo tem sido o grande imobilizador do desenvolvimento do indivíduo e das sociedades, e o mais eficaz instrumento de opressão. A sexualidade, e o Tantra foram, por isto, rebaixados ao proibido e ao pecaminoso. Talvez seja esta uma visão espiritualizada, e reduzida é claro(!), daquilo que Freud tratou em sua obra.

Qual é a indicação? Em que casos a terapia tântrica pode ajudar e quais os benefícios?
A Terapêutica inclui dinâmicas vibracionais, que ativam a carga energética; a respiração profunda, prolongada e continuada, que apoia o processo energético e o despertar da consciência; a vocalização, que aponta o quanto a pessoa está ciente e de posse de seu espaço pessoal nesta vida.

Subjetivamente o Tantra muda seus códigos. Aliás, este é um dos significados da palavra Tantra: códigos. O Tantra desperta esta memória original que todos trazemos. E esta memória é de expansão, compaixão, divindade, amor e saúde. Portanto, Tantra ajuda em tudo, pois ajuda na cura da consciência.

Objetivamente, a Terapêutica Tântrica trabalha o aumento da vitalidade, da energia global e da disposição sexual. Melhora da saúde física, emocional e psíquica, com franca recuperação da alegria de viver; autoconhecimento do corpo, do que ele necessita e do que é capaz de proporcionar; melhor direcionamento da energia sexual, com aumento e prolongamento do prazer, e “desgenitalização” da sexualidade; melhora no relacionamento consigo mesmo, com outras pessoas, e com a vida.

Qual a função do orgasmo no processo terapêutico?
O orgasmo é a mais pura expressão da sua consciência. Aquilo que se conhece, vulgarmente, como orgasmo, muitas vezes não passa de uma tentativa de livrar-se da angústia que o prazer gera.

Estamos acostumados a viver em baixa carga energética e a sustentá-la por muito pouco tempo. Assim, qualquer energia mais intensa gera desconfortos, sensações inesperadas ou não identificadas e o desejo de “acabar logo com isto”: esse é o orgasmo no mundo contemporâneo! Dificilmente o ser humano consegue manter seu clitóris ou glande sendo estimulados continuamente. Após um primeiro orgasmo, normalmente curtíssimo e de baixíssima intensidade, é improvável que seja possível continuar-se com a estimulação, sem que sejam sentidas as sensações que referi.

Clitóris hipotônicos e glandes dessensibilizadas geram pouco prazer. Mentes acostumadas com os limites sociais e culturais repressivos impostos reduzem a carga bioelétrica do corpo e não permitem que a pessoa sinta e expresse todo o seu potencial. A Terapêutica Tântrica incentiva o desenvolvimento destas potencialidades, convidando a orgasmos profundos, intensos, longos e múltiplos, inclusive orgasmos ejaculatórios nas mulheres e não ejaculatórios nos homens. Chamamos a isto “Experiência Oceânica”.

Existe algum preparo anterior?
Não. A pessoa chega para uma sessão trazendo-se em seu momento presente, como estiver. Seja o que for e como for o seu momento, este será nosso “material de trabalho”.

Como funciona a sessão de terapia tântrica? Quanto tempo dura?
Ela dura aproximadamente 90 minutos, e inclui uma breve conversa, com as demandas do cliente e explicações sobre o processo, dinâmicas vibracionais, indicações de respiração e vocalização para expressão das sensações, e a massagem específica.

São quatro os níveis de desenvolvimento: Sensitive Massagem, Êxtase Total Massagem, Yoni (para mulheres) ou Lingam Massagem (para homens) e G-Spot Massagem (para mulheres) ou P-Spot (para homens); e o cliente deve dedicar-se a algum tempo de experiência em cada um destes níveis crescentes, entendendo que seus sistemas têm um tempo próprio para se desenvolver e que cada uma destas fases é um patamar a ser alcançado, consolidado e desfrutado.

Acontece muito do paciente confundir as coisas e ir para a sessão de terapia tântrica com outras intenções? Já aconteceu algum caso desse com você?
Por vezes isto é expresso diretamente, por vezes sente-se nas entrelinhas. Não são muitos os casos, pois a abordagem do terapeuta é determinante naquilo que pode passar pela cabeça de um cliente. Já no primeiro contato, mesmo pelo telefone, possíveis “confusões” são aparadas. Entretanto, o terapeuta experiente entende que este é um processo normal e que pode ser capitalizado em nome do tratamento, uma vez que expressa um dos aspectos das neuroses humanas.

Gostaria de poder resumir minha experiência aqui, mas como o João disse: “Tantra é não verbal!”. É preciso vivenciar para entender (E foi o que fiz!). Até porque, cada pessoa tem uma história de vida e isso influencia muito na maneira como vai viver essa experiência.

Só o que posso dizer é que, durante as duas horas da sessão você pode ter vontade de rir, chorar, gritar, ou pensar “tomara que acabe agora” e no segundo seguinte ter a certeza de que passaria o resto da  vida ali, sem problemas. Teve momentos em que senti todo meu corpo formigando e em outros, simplesmente, parei de sentir o corpo. E olha que eu fui pensando “Ah vai… nem deve ser tudo isso que dizem!”. Mas acredite: é tudo isso e mais um pouco! Vale dizer também, que a tensão e vergonha, que você talvez tenha, desaparecem nos primeiros 5 minutos de conversa; já os resultados, esses são duradouros.

Resumindo: nada mais louco e libertador do que se conhecer!

E então, pronto para se entregar a esta experiência e entender o porquê de uma das massagens se chamar êxtase total?

 

Para quem quiser entrar em contato e saber mais sobre Terapia Tântrica:
Site: www.joaocarlosmelo.com
Facebook: www.facebook.com/prem.gyandharma?ref=hl

Aline Mendes

Formada em Marketing, Pós-graduada em Produção Cultural e Instrutora de Yoga. Carioca com orgulho, flamenguista por opção, vegetariana por amor e chocólatra porque tenho uma mente gorda! Amante da natureza e viciada em viajar e conhecer outras culturas! Acredito que os bons são maioria, não acredito em horóscopo (mas leio todos os dias!), choro com comercial de margarina, falo pouco (juro!) e gosto de escrever sobre (quase) tudo!

gordura saudável
Gordura faz bem e deve fazer parte da sua alimentação
fome emocional
Fome Emocional: Você Sabe Identificá-la?
alimentação intuitiva
Alimentação Intuitiva: Ouça seu Corpo e Pare Já Com as Dietas
dieta vegetariana
Dieta vegetariana: mitos e verdades
Aprenda a fortalecer os joelhos com yoga
Déficit de natureza afeta a saúde das crianças
florais de bach
Equilibrando as emoções com florais de Bach
check-up regular
A importância do check-up na prevenção de doenças
pilates e corrida
Pilates e Corrida: uma combinação eficiente
defesa pessoal
Defesa pessoal para mulheres
bike-friendly
Conheça as 20 cidades mais bike-friendly do mundo
tipos de yoga
Tipos de Yoga: Descubra qual combina mais com você
psicoterapia
Psicoterapia Vibracional: reencontre sua essência
3 dicas para transformar um fracasso em oportunidade
alimentos processados
Alimentos processados: por que fugir deles?
Cosméticos: veja como se cuidar sem crueldade
aulas gratuitas de tênis
Aulas gratuitas de tênis em São Paulo
produtos orgânicos com a komborgânica
Produtos orgânicos mais acessíveis com a Komborgânica
Aulas de culinária vegana
Aulas de culinária vegana gratuitas em São Paulo
Cozinha colaborativa
Pague o quanto quiser na cozinha colaborativa da Ecozinha
Ashram Vrajabhumi
Festival de 25 Anos do Ashram Vrajabhumi
Retiro de Yoga e Equilíbrio Emocional na Serra
yoga
Yoga de vários estilos na Conferência Carioca de Yoga
Corrida do Bem
Participe da Corrida do Bem no Rio de Janeiro

Receba nossas newsletters

Cadastre-se para receber as matérias do Leve pra Vida por e-mail.
Nome
E-mail
Secure and Spam free...