Yoga para crianças: confira todos os benefícios desta prática

Share Button

O mundo está mudando em um ritmo veloz e, a cada dia mais, nos vemos obrigados a acompanhar essas mudanças. Toda essa pressão tem nos gerado diversos problemas, como: ansiedade, medo, estresse, depressão, entre outros. Porém, o problema maior é o fato de que vivemos em uma sociedade que está transferindo seus problemas para as crianças, querendo que estas ajam como adultos, sejam competitivas e saibam o que vão ser quando crescerem.

Muitos pais acreditam que, agindo assim, seus filhos estarão preparados para o futuro. Logo, a pressão por desempenho é cada vez maior sobre as crianças. Com isso, ao invés de brincarem ao ar livre, estão cheias de atividades extracurriculares e, o pouco tempo que passam em casa, é dedicado aos jogos eletrônicos, televisão e computador. As crianças não têm mais tempo livre para, simplesmente, serem crianças.

Se formos analisar o comportamento das crianças de 15 anos atrás e as de atualmente, veremos que muita coisa mudou em um espaço relativamente curto de tempo. Como pode ser visto, atualmente a infância é vivida de uma forma bem diferente: a amarelinha foi trocada pelos jogos 3D, os desenhos foram substituídos pelos tablets e o contato com a terra passou a ser menos interessante que o contato virtual. Essas mudanças se deram devido a diversos fatores, mas são atribuídas, principalmente, à violência e à consequente falta de lugares para brincar com tranquilidade e segurança. Isto, aliado ao advento da internet e a ausência cada vez maior dos pais, fez com que as crianças passassem a ficar mais tempo em seus próprios “mundos”.

Estudos já comprovam que, ao passar dos anos, essa sobrecarga de atividades e a consequente falta de tempo livre, acaba gerando doenças, que podem se estender até a vida adulta. Por isto, casos de obesidade infantil, agressividade, estresse e dificuldade de concentração estão cada vez mais comuns entre este público.

Principalmente nas grandes cidades, a vida agitada que se leva tem causado cada vez mais problemas para as crianças. Com isso, a quantidade de remédios fortes receitados para elas também está aumentando. Em busca de reverter este quadro negativo, sem precisar viciar as crianças em fortes substâncias químicas, os pais vem procurando ajuda nas terapias alternativas. Nessa busca, muitos já encontraram no yoga uma solução. Vale dizer que a prática de yoga voltada para o público infantil possui algumas particularidades e deve ser adaptada de acordo com a faixa etária. Para manter as crianças interessadas nas aulas, é necessário, ainda, dosar o tempo de cada atividade e usar o máximo de recursos lúdicos.

yoga e crianças

 Aprenda como o Yoga pode melhorar a vida das crianças

A palavra yoga pode ser traduzida como união ou junção. Podemos definir a prática como sendo uma filosofia, que trabalha o corpo e a mente, a fim de manter ou reestabelecer a união entre corpo, mente e espírito. Segundo escrituras, o passo mais elevado deste processo é quando o homem encontra a iluminação, conhecida como samadhi.

Além de todos os benefícios que o yoga traz para praticantes adultos, para a criança há benefícios específicos, uma vez que sua personalidade ainda não está totalmente formada e seu corpo encontra-se em constante mudança. Logo, inserindo a prática em seu dia-a-dia desde cedo, diversos transtornos podem ser corrigidos e doenças podem ser evitadas ou, até mesmo, curadas. Pode-se dizer que a prática melhora a saúde de forma geral, uma vez que ativa o fluxo de energia, gerando maior tranquilidade no campo mental e no campo físico, estimulando o sistema imunológico. Ainda no que se diz respeito ao corpo, traz maior consciência corporal e faz as crianças se atentarem para cuidados simples – como o cuidado que se deve ter ao sentar e levantar – o que as levará a minimizarem ou evitarem futuros problemas de coluna.

Para Rosângela Maria Bassoli, Psicóloga e Especialista em Yoga e Yogaterapia, os pranayamas também trazem muitos benefícios, ajudando a criança a respirar melhor, adquirindo melhor domínio sobre o corpo e, consequentemente, desenvolvendo melhor psicomotricidade.

Segundo resultados de um estudo realizado pela clínica de psiquiatria e psicoterapia infantil da Universidade de Heidelberg (Alemanha) e publicado em matéria do jornal Folha de São Paulo, o yoga se mostrou ser, também, um tratamento complementar altamente indicado para o chamado TDAH (transtorno de déficit de atenção com hiperatividade). De acordo com alguns Médicos consultados pelo mesmo jornal, o yoga funciona, principalmente, porque dá subsídios para a criança lidar com sua dificuldade da melhor forma possível.

Apesar de haver certas restrições em relação a alguns asanas (posturas) ou pranayamas (espécie de exercícios respiratórios), o yoga pode ser praticado em qualquer idade e o ideal é que se comece o quanto antes, uma vez que auxilia no desenvolvimento integral do indivíduo.

Assim sendo, pode-se concluir que, se bem conduzida, a prática de yoga pode ajudar a criança a aumentar sua consciência e se concentrar no momento presente, diminuindo a ansiedade, o estresse e outros problemas que possam vir a abalar seu desenvolvimento. Doenças respiratórias, como alergias, rinite, sinusite e bronquite, muito comuns em crianças, também podem ser evitadas ou minimizadas com a prática de yoga, uma vez que se admita o caráter psicossomático destas doenças.

Outro grave problema que atinge nossa sociedade e pode ser evitado trabalhando o yoga com as crianças é o de que as diferenças não são respeitadas; e é daí que surge grande parte dos problemas sociais, como a intolerância religiosa, o racismo, a violência contra homossexuais, entre outros. Para viver em sociedade, é preciso que se aprenda a conviver e respeitar aquilo que é diferente do que cada um está acostumado; e este respeito pelas diferenças, também pode ser assimilado através da prática do yoga.

Aline Mendes

Formada em Marketing, Pós-graduada em Produção Cultural e Instrutora de Yoga. Carioca com orgulho, flamenguista por opção, vegetariana por amor e chocólatra porque tenho uma mente gorda! Amante da natureza e viciada em viajar e conhecer outras culturas! Acredito que os bons são maioria, não acredito em horóscopo (mas leio todos os dias!), choro com comercial de margarina, falo pouco (juro!) e gosto de escrever sobre (quase) tudo!

gordura saudável
Gordura faz bem e deve fazer parte da sua alimentação
fome emocional
Fome Emocional: Você Sabe Identificá-la?
alimentação intuitiva
Alimentação Intuitiva: Ouça seu Corpo e Pare Já Com as Dietas
dieta vegetariana
Dieta vegetariana: mitos e verdades
Aprenda a fortalecer os joelhos com yoga
Déficit de natureza afeta a saúde das crianças
florais de bach
Equilibrando as emoções com florais de Bach
check-up regular
A importância do check-up na prevenção de doenças
pilates e corrida
Pilates e Corrida: uma combinação eficiente
defesa pessoal
Defesa pessoal para mulheres
bike-friendly
Conheça as 20 cidades mais bike-friendly do mundo
tipos de yoga
Tipos de Yoga: Descubra qual combina mais com você
psicoterapia
Psicoterapia Vibracional: reencontre sua essência
3 dicas para transformar um fracasso em oportunidade
alimentos processados
Alimentos processados: por que fugir deles?
Cosméticos: veja como se cuidar sem crueldade
aulas gratuitas de tênis
Aulas gratuitas de tênis em São Paulo
produtos orgânicos com a komborgânica
Produtos orgânicos mais acessíveis com a Komborgânica
Aulas de culinária vegana
Aulas de culinária vegana gratuitas em São Paulo
Cozinha colaborativa
Pague o quanto quiser na cozinha colaborativa da Ecozinha
Ashram Vrajabhumi
Festival de 25 Anos do Ashram Vrajabhumi
Retiro de Yoga e Equilíbrio Emocional na Serra
yoga
Yoga de vários estilos na Conferência Carioca de Yoga
Corrida do Bem
Participe da Corrida do Bem no Rio de Janeiro

Receba nossas newsletters

Cadastre-se para receber as matérias do Leve pra Vida por e-mail.
Nome
E-mail
Secure and Spam free...