Aprenda a ler o rótulo dos alimentos e descubra as opções mais saudáveis

Share Button

Como saber se um alimento é realmente saudável, em meio a tantas opções nas prateleiras dos supermercados? O ideal, como sempre sugerimos aqui no Leve pra Vida, é optar por alimentos naturais, não processados. No entanto, quando precisamos de praticidade, é possível sim encontrar industrializados de qualidade, utilizando uma estratégia ainda pouco divulgada: ler o rótulo dos alimentos. E não estamos falando da informação nutricional não!

Para ajudar você nesta tarefa, conversamos com a nutricionista Jéssica Ribeiro, que conta para nós como escolher as melhores opções em qualquer situação, e não deixar a indústria dos “alimentos saudáveis” enganar você.

Aprenda a ler o rótulo dos alimentos:

Como podemos saber que um alimento é realmente saudável?
Os alimentos saudáveis geralmente são in natura ou apenas embalados. Alguns exemplos de embalados não processados são o arroz integral, grãos integrais, leguminosas, sementes, ervas, oleaginosas e carnes magras.

Também é possível encontrar alimentos “do bem” que são minimamente processados, tais como a aveia, farelos, farinhas funcionais, frutas secas, polpas de frutas, pastas de amendoim sem açúcar, cacau em pó 100%, entre outros.

É possível encontrar boas opções industrializadas?
Para encontrar boas opções industrializadas, é essencial ler os rótulos das embalagens. E quanto menos ingredientes houver na composição do alimento, melhor. Existem industrializados processados com poucos ingredientes e, ainda assim, todos saudáveis. Desta categoria, podemos citar a manteiga, iogurtes naturais, farinha de mandioca, óleo de coco, pães integrais (nem todos, mas alguns são realmente bons), queijos, café solúvel, leite em pó, etc.

Quais ingredientes devemos sempre evitar ao ler o rótulo dos alimentos?
Devemos evitar sempre aqueles com nomes estranhos, que não usaríamos em casa em nossas próprias receitas, e alguns bem específicos, mas muito comuns na maioria dos industrializados, como glutamato monossódico, gordura vegetal hidrogenada (a famosa gordura trans, muitas vezes escondida com outros nomes, como óleo vegetal, óleo de palma, creme vegetal), açúcar (que também aparece como glucose, glicose, xarope de milho, dextrose, sacarose, frutose, maltodextrina e muitos outros), nitrito ou nitrato de sódio, além de outros aditivos químicos e conservantes.

E preste bastante atenção nos ingredientes que aparecem em primeiro lugar na lista, pois são aqueles presentes em maior quantidade no produto. Portanto, se você quer reduzir a quantidade de açúcar que ingere, por exemplo, nada de escolher aquele alimento que tem este item logo no início.

Dá pra confiar na informação nutricional que aparece nos rótulos?
Nem sempre. Já vimos vários casos em que o que aparece na informação nutricional é logo desmentido na lista de ingredientes. Por isso, sempre verifique os itens que compõem o alimento, tendo em mente que os ingredientes presentes em maior quantidade aparecem no topo da lista.

Além disso, não é porque está escrito integral, light, diet, sem açúcar, sem gordura trans, fonte de proteínas ou qualquer outra promessa dessas, que você vai acreditar que o produto é realmente saudável. Com um pouco de paciência na hora de fazer compras, você vai aprendendo a fazer melhores opções.

Rótulo dos alimentos

E para quem ficou curioso (a) por que devemos evitar alguns ingredientes citados lá em cima, fique de olho no site, pois em breve abordaremos alguns deles aqui no Leve pra Vida.

Priscila Ramires

Jornalista pós-graduada em Comunicação Empresarial e Gestão Estratégica de Marketing Digital, tradutora e adepta de uma vida saudável, depois de muitos anos de junk food. Já experimentou diversas atividades físicas, como ballet, yoga, corrida, natação, pilates, muay thai, etc. Hoje pratica musculação e treinamento funcional. Adora viagens, leituras, cinema, tecnologia e, principalmente, estar em movimento.

gordura saudável
Gordura faz bem e deve fazer parte da sua alimentação
fome emocional
Fome Emocional: Você Sabe Identificá-la?
alimentação intuitiva
Alimentação Intuitiva: Ouça seu Corpo e Pare Já Com as Dietas
dieta vegetariana
Dieta vegetariana: mitos e verdades
Aprenda a fortalecer os joelhos com yoga
Déficit de natureza afeta a saúde das crianças
florais de bach
Equilibrando as emoções com florais de Bach
check-up regular
A importância do check-up na prevenção de doenças
pilates e corrida
Pilates e Corrida: uma combinação eficiente
defesa pessoal
Defesa pessoal para mulheres
bike-friendly
Conheça as 20 cidades mais bike-friendly do mundo
tipos de yoga
Tipos de Yoga: Descubra qual combina mais com você
psicoterapia
Psicoterapia Vibracional: reencontre sua essência
3 dicas para transformar um fracasso em oportunidade
alimentos processados
Alimentos processados: por que fugir deles?
Cosméticos: veja como se cuidar sem crueldade
aulas gratuitas de tênis
Aulas gratuitas de tênis em São Paulo
produtos orgânicos com a komborgânica
Produtos orgânicos mais acessíveis com a Komborgânica
Aulas de culinária vegana
Aulas de culinária vegana gratuitas em São Paulo
Cozinha colaborativa
Pague o quanto quiser na cozinha colaborativa da Ecozinha
Ashram Vrajabhumi
Festival de 25 Anos do Ashram Vrajabhumi
Retiro de Yoga e Equilíbrio Emocional na Serra
yoga
Yoga de vários estilos na Conferência Carioca de Yoga
Corrida do Bem
Participe da Corrida do Bem no Rio de Janeiro

Receba nossas newsletters

Cadastre-se para receber as matérias do Leve pra Vida por e-mail.
Nome
E-mail
Secure and Spam free...