As suas dietas nunca dão certo? Confira os erros que atrapalham os resultados

Share Button

Independente de idade, sexo ou cultura em que se esteja inserida, a busca pelo peso ideal parece não ter fim; o que não teria nenhum problema, se fosse feita sempre priorizando um emagrecimento saudável e uma mudança alimentar real e duradoura. Mas, no caminho, acabamos cometendo um monte de deslizes, que podem colocar todo nosso esforço a perder.

Quantas vezes você já disse ou ouviu alguém dizer que faz dietas, até consegue emagrecer, mas depois de um tempo não consegue mais manter o peso e volta a engordar? Ou que não consegue fazer dietas porque é muito ansioso e, mesmo sem fome, está sempre atrás de algo para comer? E ainda tem quem diga que quase não come, mas não consegue perder peso.

Isso é porque, quando fazemos dietas sem acompanhamento de um profissional qualificado, acabamos cometendo um monte de pequenos erros, que sabotam o processo e, com isso, ao invés de perdermos gordura, acabamos na mesma, ou pior ainda, ganhando peso e ficando ainda mais distantes do objetivo inicial.

Se queremos perder peso de maneira duradoura, precisamos, primeiro, mudar nossa mente e criarmos uma relação de qualidade com a comida, no sentido de saber escolher os alimentos corretos, não pular refeições e abolir os radicalismos e as dietas de capa de revista.

Para ajudar o paciente a alcançar esse resultado que todo mundo que já fez dietas sabe o quanto é difícil, surgiu uma super novidade no mundo do emagrecimento: o Nutricoaching. Para entender melhor o que este profissional faz, fomos conversar com a Nutricionista Esportiva e Coach, Luciana Sampaio, que nos ajudou a entender, também, porque a maioria das dietas fracassam.

Segundo Luciana, diferente de um nutricionista “convencional”, o profissional habilitado em coaching nutricional trabalha não apenas os aspectos relativos à saúde e nutrição, mas utiliza conhecimentos, técnicas e ferramentas de coaching, para propiciar mudanças de pensamento e comportamento. Isso, porque, como já dito anteriormente, a primeira transformação deve vir da mente. É preciso primeiro programar o cérebro a adotar um novo estilo de vida para, assim, tornar a perda de peso um processo simples e natural. Com o apoio de um Coach Nutricional, os indivíduos aprendem como manter uma alimentação equilibrada, como fazer reeducação alimentar e como se livrar de comportamentos sabotadores; compreendendo, também, o efeito reverso das chamadas “dietas milagrosas”, além de como adotar uma rotina mais saudável e, consequentemente, como obter maior qualidade de vida. Ainda segundo ela, ao obter uma certificação em Coaching, o profissional estará capacitado a ser um agente de mudança na vida de seus clientes, fazendo com que eles se transformem mais, tenham um maior crescimento e consolidação dos hábitos, que sigam o plano alimentar prescrito e se conscientizem mais dos seus objetivos.

Veja a seguir a entrevista completa:

comida saudável dietas

1 – Basta fazer uma única consulta com o Nutricionista/ Nutri Coach ou tem que haver um acompanhamento? Se tiver, de quanto em quanto tempo?

Sempre há necessidade em ter um acompanhamento nutricional.

Todos nós devemos ter uma rotina de alimentação saudável, para mantermos nossa saúde em dia e, muitas pessoas possuem dúvidas em como se alimentar corretamente.

Nós, brasileiros, temos ainda um costume não interessante, que é de somente procurar um profissional da saúde quando já estamos apresentando algum desconforto, como, por exemplo, se sentindo acima ou abaixo do peso, ou porque adquiriu algum tipo de doença, como a diabetes.

O ideal para se ter uma vida saudável é trabalhar com prevenção. Por isso, a importância de qualquer indivíduo em procurar ajuda.

O acompanhamento acontece de diversas formas, de acordo com a necessidade individual do paciente. Eu, particularmente, acompanho pacientes mensalmente, quinzenalmente, semanalmente, ou até mesmo com espaço maior de tempo.

2 – Tem gente que acha que fazer dieta é ficar muitas horas sem comer. O que você pode nos dizer sobre isso? Como isso poderia, ao invés de ajudar, prejudicar o processo de emagrecimento?

Ficar muitas horas sem comer está errado, pois com certeza irá prejudicar no processo de emagrecimento. O recomendado é alimentar-se de 3 em 3 horas, conforme orientação de seu nutricionista, pois, desta forma, deixaremos nosso metabolismo trabalhando, o que ajudará no processo de emagrecimento. Fracionar a dieta neste período de tempo também é importante, tanto para evitar que a pessoa sinta muita fome e não exagere na próxima refeição, quanto para acelerar seu metabolismo.

3 – Com a correria do dia a dia, a gente tem cada vez menos tempo para preparar as refeições e muita gente acaba optando por alimentos congelados. Você vê algum problema nisso? O processo de congelamento faz com que a comida perca nutrientes?

Consumir os alimentos frescos é sempre melhor, mas nem sempre fica viável no nosso dia a dia.

Alimentos congelados, por serem práticos, facilitam nossa vida e, ao contrário do que se pensa, têm sua qualidade e seus nutrientes garantidos pelo processamento e congelamento corretos. Mas, não estamos falando nos congelados vendidos nas prateleiras de supermercados, pois essa versão industrializada do alimento já possui uma série de substâncias como sódio, gorduras, conservantes e corantes, que podem ser prejudiciais à saúde.

Diversos estudos já mencionaram que os alimentos processados e congelados da forma correta perdem pouquíssimo nutrientes, em relação aos alimentos frescos. O congelamento faz com que percam apenas um pouco de vitamina C.

Logo, nem toda comida congelada faz mal, como é o caso dos legumes, verduras e frutas congeladas. Estes alimentos podem ser preparados em casa e não perdem seu sabor, nem seu valor nutricional.

4 – Você é a favor do “dia do lixo”? Por que?

Não diria “dia do lixo”, mas sim o dia que posso comer algo que gosto.

É muito comum encontrarmos pessoas que seguem perfeitamente um ótimo programa alimentar de segunda à sexta-feira e aos finais de semana não respeitam regra alguma. Teoricamente, do ponto de vista psicológico e social, essa prática parece ser excelente. Porém, pode atrapalhar, e muito, a obtenção de seus objetivos.

Mas, vamos ser sinceros: dificilmente alguém consegue ficar longe do doce ou bolo favorito por muito tempo. Portanto, ao invés de se fazer uma dieta duas semanas de forma ininterrupta e na terceira semana abandonar todo o trabalho por causa da lasanha ao molho branco da avó, o mais prudente é colocar regras.

Uma das formas de resolver este problema é, sem dúvida, estipular UMA REFEIÇÃO na semana, normalmente no Sábado ou no Domingo, na qual o indivíduo possa comer o que quiser e gostar, logicamente, SEM GRANDES EXAGEROS.

Obviamente, tudo irá depender do seu objetivo. Se você deseja um físico realmente impressionante, com um teor de gordura bem baixo, terá de respeitar essas regras! Caso você já se encontre com um físico dentro dos seus padrões desejáveis, é possível ser mais flexível e se dar ao luxo de escapar um pouco mais.

No entanto, ocorre que após meses ou anos controlando a alimentação, você se tornará intolerante a alimentos com baixo teor nutricional, como açúcares, frituras e afins.                          

5 – Você acha que essas dietas restritivas, por exemplo, as que tiram qualquer alimento com glúten ou lactose, cumprem a promessa de emagrecimento?  E são saudáveis?

Há estudos que apresentam resultados que, ao retirar de sua dieta o glúten, por exemplo, você pode se tornar alérgico a ele. Caso uma pessoa saudável opte por fazer uma “dieta da moda” ou uma dieta desordenada, ao excluir 100% do glúten de seu cardápio se tornará celíaca (doença causada pela intolerância ao glúten), pois, quando essa proteína entrar em seu organismo, ele não irá reconhecê-la e, por estar muito tempo sem digerí-la, isso poderá causar um processo inflamatório. A retirada completa desses alimentos, tanto o glúten como a lactose, podem gerar transtornos bioquímicos e fisiológicos dentro de um organismo que era saudável.

Eu, particularmente, só retiro esses alimentos da dieta do meu cliente quando identifico que eles possuem algum tipo de intolerância tanto a lactose quanto ao glúten; caso contrário, não retiro.

6 – Na sua opinião, qual o maior empecilho em uma dieta?  Por que a maioria das pessoas não atingem o objetivo?

Os primeiros dias são mais difíceis. Afinal, você está mudando hábitos que tem desde criança. Tudo que envolve mudança é complicado, mas não impossível. Para que possa superar as primeiras dificuldades, o cliente precisa manter o foco e não desanimar nenhum dia, porque se desistir nesses primeiros dias, provavelmente abandonará seu planejamento alimentar. Sempre pergunto ao cliente quais são os seus pontos fracos e suas dificuldades, para que eu possa dispor de técnicas para superá-los, individualmente.

 

A Luciana atende no Rio de Janeiro e, para quem se animar a levar uma vida mais saudável e quiser entrar em contato com ela, aí vão os contatos:

E-mail: lusampaionutri@gmail.com

Celular: (21) 98181-1047

Facebook: www.facebook.com/nutrilucianasampaio

 

Aline Mendes

Formada em Marketing, Pós-graduada em Produção Cultural e Instrutora de Yoga. Carioca com orgulho, flamenguista por opção, vegetariana por amor e chocólatra porque tenho uma mente gorda! Amante da natureza e viciada em viajar e conhecer outras culturas! Acredito que os bons são maioria, não acredito em horóscopo (mas leio todos os dias!), choro com comercial de margarina, falo pouco (juro!) e gosto de escrever sobre (quase) tudo!

gordura saudável
Gordura faz bem e deve fazer parte da sua alimentação
fome emocional
Fome Emocional: Você Sabe Identificá-la?
alimentação intuitiva
Alimentação Intuitiva: Ouça seu Corpo e Pare Já Com as Dietas
dieta vegetariana
Dieta vegetariana: mitos e verdades
Aprenda a fortalecer os joelhos com yoga
Déficit de natureza afeta a saúde das crianças
florais de bach
Equilibrando as emoções com florais de Bach
check-up regular
A importância do check-up na prevenção de doenças
pilates e corrida
Pilates e Corrida: uma combinação eficiente
defesa pessoal
Defesa pessoal para mulheres
bike-friendly
Conheça as 20 cidades mais bike-friendly do mundo
tipos de yoga
Tipos de Yoga: Descubra qual combina mais com você
psicoterapia
Psicoterapia Vibracional: reencontre sua essência
3 dicas para transformar um fracasso em oportunidade
alimentos processados
Alimentos processados: por que fugir deles?
Cosméticos: veja como se cuidar sem crueldade
aulas gratuitas de tênis
Aulas gratuitas de tênis em São Paulo
produtos orgânicos com a komborgânica
Produtos orgânicos mais acessíveis com a Komborgânica
Aulas de culinária vegana
Aulas de culinária vegana gratuitas em São Paulo
Cozinha colaborativa
Pague o quanto quiser na cozinha colaborativa da Ecozinha
Ashram Vrajabhumi
Festival de 25 Anos do Ashram Vrajabhumi
Retiro de Yoga e Equilíbrio Emocional na Serra
yoga
Yoga de vários estilos na Conferência Carioca de Yoga
Corrida do Bem
Participe da Corrida do Bem no Rio de Janeiro

Receba nossas newsletters

Cadastre-se para receber as matérias do Leve pra Vida por e-mail.
Nome
E-mail
Secure and Spam free...