Low carb: Descubra os prós e os contras desta dieta

Share Button

A dieta low carb, com baixo carboidrato, ganha força a cada dia e já entrou no cardápio de muitos que desejam emagrecer. Enquanto alguns profissionais defendem e recomendam esta dieta, outros alertam para os prejuízos que ela pode causar à saúde a longo prazo. Diante de tantas discussões em torno do assunto, fica a pergunta: Será que esta é realmente a melhor estratégia para queimar as indesejáveis gorduras?

Você já deve ter ouvido falar (ou até adotado) algumas variações da dieta low carb. A primeira a se tornar popular foi a Atkins, criada pelo Dr. Robert Atkins na década de 60, que pregava o consumo de proteína e gordura animal sem restrições e a redução drástica de carboidratos na alimentação. No entanto, após duras críticas pelas autoridades de saúde, devido à alta quantidade de gordura saturada, que colocava em risco o funcionamento do sistema cardiovascular dos adeptos deste hábito alimentar, essa dieta passou por reformulações. Também surgiram outras propondo uma alimentação mais saudável, mas ainda sugerindo a redução (e às vezes a eliminação) do carboidrato. Algumas dessas dietas são a South Beach, Dukan, Paleolítica e Slow Carb.

Para entender se realmente vale a pena retirar o carboidrato da alimentação, entrevistamos o nutricionista Rafael Sá, que esclarece as dúvidas mais comuns que rodeiam as dietas low carb.

proteínas low carb

Entenda a dieta low carb

Uma dieta pobre em carboidratos é realmente mais eficaz que outras dietas?

Existem estudos, como o de Dasinger et al. (2005) e o de Sack et al (2007), que mostram que as dietas low carb não tiveram vantagens adicionais na perda de peso, quando comparadas a dietas com maior teor de carboidratos. Entretanto, o grupo do Dr. Christopher Gardner verificou que a dieta low carb teve vantagens na perda de peso, principalmente em indivíduos com resistência à insulina. Outros grupos de pesquisa, como o da Dra. Lydia Bazzano e do renomado pesquisador Jeff Volek, defendem as dietas de baixo carboidrato como uma estratégia na perda de gordura.

A Associação Dietética Australiana afirma que “revisões recentes em dietas low carb indicam que elas são eficazes em reduzir o peso corporal por até seis meses”. Além disso, algumas evidências sugerem que, para algumas pessoas, as dietas de baixo carboidrato são mais fáceis de cumprir do que dietas de baixa gordura.

Já a “Revisão sistemática de dietas de emagrecimento: papel dos componentes dietéticos”, realizada por Almeida et al (2009), aponta que a restrição energética, independentemente dos componentes da dieta, é ainda a intervenção mais efetiva para perda ponderal. Contudo, aspectos como aceitação, motivação, estratégias de acompanhamento, preferências individuais em relação às dietas de emagrecimento, além das características próprias dos pacientes, precisam ser considerados e mais bem estudados.

No entanto, tomar a decisão de adotar um estilo de vida saudável, através da aderência a um plano dietético voltado para a abordagem de reeducação alimentar (onde um novo hábito será aprendido, compreendido e adquirido, conhecendo e sabendo selecionar os grupos alimentares saudáveis de maneira variada) ainda é a maneira mais eficaz, quando a abordagem gira em torno uma mudança a longo prazo e sustentável.

Uma dieta low carb pode trazer prejuízos à saúde a longo prazo?

Segundo a Associação Dietética Britânica, comer pouco carboidrato pode diminuir os níveis de açúcar no sangue para uma patamar muito baixo – chamado de hipoglicemia, deixando o indivíduo fraco. A hipoglicemia é um risco especial para pessoas com diabetes e esportistas muito ativos. No curto prazo, a restrição de carboidratos pode conduzir a efeitos secundários, tais como prisão de ventre, dor de cabeça, náusea e mau hálito. A mais longo prazo, cortar qualquer grupo de alimentos pode ser ruim para a saúde, porque pode haver falta de nutrientes vitais, tais como fibras, vitaminas, minerais, fitoquímicos, etc.

Segundo, o Instituto Australiano de Esportes, quando esses estoques de carboidratos são insuficientes para satisfazer as necessidades de combustíveis de um programa de treinamento para atleta, os resultados incluem fadiga, redução da capacidade para treinar intenso, desempenho de competição prejudicada, além de prejuízos ao sistema imunológico. Ou seja, dificilmente você conseguirá ter um bom desempenho em atividades físicas sem a energia necessária fornecida pelo carboidrato. E um emagrecimento saudável também inclui a prática de exercícios físicos.

Uma estratégia adotada por muitas pessoas é diminuir ou cortar totalmente o carboidrato à noite. Isso funciona para quem quer emagrecer?

Não há nenhuma comprovação da eficácia desta estratégia. Um estudo publicado na famosa revista OBESITY, em 2011, analisou o efeito do horário de consumo de carboidratos em uma dieta para emagrecimento em policiais israelenses com obesidade. Um grupo consumiu grande parte dos carboidratos da dieta à noite e o outro tinha uma dieta equilibrada durante o dia. Após seis meses, foi verificado que o grupo que consumiu carboidratos à noite emagreceu tanto quanto o outro grupo; na verdade até um pouco mais, mas essa diferença não é clinicamente significativa.

 

E se você ainda precisa de mais motivos para se convencer de que a melhor forma para emagrecer de forma saudável e sustentável é adotando uma alimentação equilibrada, confira a matéria 8 motivos para incluir os carboidratos na sua alimentação.

Priscila Ramires

Jornalista pós-graduada em Comunicação Empresarial e Gestão Estratégica de Marketing Digital, tradutora e adepta de uma vida saudável, depois de muitos anos de junk food. Já experimentou diversas atividades físicas, como ballet, yoga, corrida, natação, pilates, muay thai, etc. Hoje pratica musculação e treinamento funcional. Adora viagens, leituras, cinema, tecnologia e, principalmente, estar em movimento.

gordura saudável
Gordura faz bem e deve fazer parte da sua alimentação
fome emocional
Fome Emocional: Você Sabe Identificá-la?
alimentação intuitiva
Alimentação Intuitiva: Ouça seu Corpo e Pare Já Com as Dietas
dieta vegetariana
Dieta vegetariana: mitos e verdades
Aprenda a fortalecer os joelhos com yoga
Déficit de natureza afeta a saúde das crianças
florais de bach
Equilibrando as emoções com florais de Bach
check-up regular
A importância do check-up na prevenção de doenças
pilates e corrida
Pilates e Corrida: uma combinação eficiente
defesa pessoal
Defesa pessoal para mulheres
bike-friendly
Conheça as 20 cidades mais bike-friendly do mundo
tipos de yoga
Tipos de Yoga: Descubra qual combina mais com você
psicoterapia
Psicoterapia Vibracional: reencontre sua essência
3 dicas para transformar um fracasso em oportunidade
alimentos processados
Alimentos processados: por que fugir deles?
Cosméticos: veja como se cuidar sem crueldade
aulas gratuitas de tênis
Aulas gratuitas de tênis em São Paulo
produtos orgânicos com a komborgânica
Produtos orgânicos mais acessíveis com a Komborgânica
Aulas de culinária vegana
Aulas de culinária vegana gratuitas em São Paulo
Cozinha colaborativa
Pague o quanto quiser na cozinha colaborativa da Ecozinha
Ashram Vrajabhumi
Festival de 25 Anos do Ashram Vrajabhumi
Retiro de Yoga e Equilíbrio Emocional na Serra
yoga
Yoga de vários estilos na Conferência Carioca de Yoga
Corrida do Bem
Participe da Corrida do Bem no Rio de Janeiro

Receba nossas newsletters

Cadastre-se para receber as matérias do Leve pra Vida por e-mail.
Nome
E-mail
Secure and Spam free...